Cientistas convocam uma manifestação contra a agenda de Trump
Meio Ambiente

Cientistas convocam uma manifestação contra a agenda de Trump

Preocupados com o programa do novo governo e o posicionamento de Trump sobre as pesquisas em meio ambiente, cientistas dos EUA convocam marcha internacional

O novo governo norte-americano vem ameaçando parar com as pesquisas sobre a mudança climática e eliminar quaisquer esforços para o Plano de Ação para o Clima. O presidente Trump não reconhece a mudança climática e já afirmou anteriormente que os dados científicos estavam manipulados por interesses políticos. Continue lendo

Alimentos de origem animal causam enormes impactos ambientais
Meio Ambiente

Alimentos de origem animal causam enorme impacto ambiental

Relatório da ONU alerta sobre impacto da alimentação sobre o meio ambiente

A ONU emitiu um relatório alertando à população sobre os impactos para o meio ambiente do consumo de produtos de origem animal. Se queremos diminuir os efeitos da mudança climática, deveremos reduzir a quantidade de carne e laticínios da nossa dieta, recomenda.

O documento, formado por 108 páginas, apresenta informações atualizadas para todos os profissionais que trabalham na área ambiental. Os estudantes da UNINI do Mestrado em Gestão e Auditoria Ambiental podem ter o documento como referência no estudo e trabalho. Continue lendo

sexta extinción masiva
Meio Ambiente

COMEÇOU A SEXTA EXTINÇÃO MASSIVA OCASIONADA PELOS HUMANOS

O impacto que a atividade humana tem no planeta poderia ser equivalente à queda de um grande meteoro

Há aproximadamente 66 milhões de anos atrás, um asteroide gigante impactou a terra próximo da península de Yucatán, no México, e considera-se que esse foi o início da extinção maciça que conduziu ao desaparecimento dos dinossauros. Em milhões de anos não aconteceu nada similar, mas a atividade econômica do homem dos últimos séculos originou mudanças no clima que puseram a vida no planeta em perigo.

Continue lendo

pesca hasta el 2048
Meio Ambiente

A HUMANIDADE NÃO PODERÁ PESCAR EM 2048

Nós, humanos, estamos exterminando rapidamente as espécies de peixes que nos servem de alimento

Um relatório publicado pelo Fundo Mundial para a Vida Silvestre (WWF, por suas siglas em inglês), indica que o ritmo de captura de peixes para a alimentação humana cresceu a um nível que não permitiria uma pesca sustentável nas próximas décadas. O documento da WWF indica que por volta do ano 2048 a pesca no mundo acabaria.

Continue lendo

Meio Ambiente

FOGÕES RURAIS CAUSAM A MORTE DE MILHÕES DE PESSOAS A CADA ANO

A OMS emitiu um documento no qual indica que mais de 4 milhões de pessoas morrem pela poluição emitida por fogões rurais

Nas zonas rurais de todo o planeta, milhões de pessoas morrem a cada ano como consequência da fumaça que respiram ao usar fogões que utilizam lenha ou outros combustíveis sólidos. As partículas poluentes desprendidas pelos fogões costumam causar acidente cerebrovascular, cardiopatia isquêmica, pneumopatia obstrutiva crônica e câncer de pulmão. Esse tipo de fogões é utilizado principalmente em países pobres, como no continente africano.

Continue lendo

terremoto california
Meio Ambiente

ESPERAM UM GRANDE TERREMOTO NA CALIFÓRNIA

Autoridades dos Estados Unidos iniciaram atividades para prevenir a população

É só questão de tempo. A população do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, e suas autoridades são conscientes de que em breve ocorrerá um terremoto de grande intensidade na região. Os indícios são cada vez mais tangíveis. Recentemente, durante a última semana de setembro, registraram-se mais de 200 sismos no lago Salton Sea, ocasionando o lançamento de um alerta por parte das autoridades. Agora, a tensão diminuiu, mas os responsáveis pela segurança não se descuidaram e programaram uma simulação do sismo que já tem mais de nove milhões de pessoas registradas no portal shakeout.org/california.

Continue lendo

alemania-cuba
Meio Ambiente

CUBA E ALEMANHA DIALOGAM PARA PALIAR AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Autoridades de ambos os países se reuniram para dialogar e estabelecer medidas que permitam paliar a mudança climática

Os efeitos do aquecimento global e da mudança climática são evidentes em todos os países do mundo. Inundações, secas, tormentas, furacões e muitos outros desastres atingem o planeta com maior intensidade como consequência da atividade econômica humana. As autoridades de todos os países agora reconhecem que é necessário realizar atividades para paliar o aquecimento global. Recentemente, o Secretário de Estado no Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha, Jochen Flasbarth, reuniu-se com as autoridades cubanas para identificar pontos de interesse comum que lhes permitam trabalhar de forma conjunta para prevenir e reduzir os efeitos da mudança climática.

Continue lendo

640px-Senado2006-brasil
Meio Ambiente

DENUNCIAM TENTATIVA DE ELIMINAR ESTUDOS AMBIENTAIS NO BRASIL

Ambientalistas denunciam que os estudos ambientais para projetos de infraestrutura não deveriam ser eliminados

No Brasil, grupos ambientalistas denunciaram que no Senado do país se está trabalhando para gerar uma emenda constitucional que permitiria reduzir as exigências de estudos ambientais como requisito indispensável para o desenvolvimento de obras de infraestrutura de grande envergadura, como operações petroleiras, represas, estradas, entre outras. O senador que tem proposto a medida procuraria beneficiar às empresas de construção, mas se presume que se recai em um conflito de interesses, por ser proprietário de uma empresa construtora.

Continue lendo

unini-biorremediacion-herbicidas
Meio Ambiente

BACTÉRIA PODERIA REMEDIAR O EFEITO DE HERBICIDAS

Cientistas argentinos identificam bactéria que pode neutralizar o impacto de um herbicida

A atrazina é um herbicida que, de acordo com a Agência para Substâncias Tóxicas e Registro de Enfermidades, pode causar deficiências de nascimento em animais e danos ao fígado, coração e rim quando um organismo é exposto a altas concentrações desse agente químico. Devido à sua toxicidade, seu uso foi proibido na Europa, mas na América Latina e Estados Unidos segue sendo utilizando. A atrazina pode poluir as águas superficiais e subterrâneas, por essa razão, na Argentina, um grupo de pesquisadores da Universidade Nacional de Vila Maria (UNVM) identificou uma bactéria do gênero Arthrobacter que tem a capacidade de degradar a atrazina.

Continue lendo

unini_midway_bottlecaps
Meio Ambiente

PLÁSTICOS BIODEGRADÁVEIS NÃO SÃO AMIGÁVEIS COM O OCEANO

É necessário criar novos plásticos que se desintegrem na água.

Cada ano, centenas de toneladas de plástico são vertidas no oceano. A acumulação de lixo permitiu inclusive a formação de um “continente de plástico” no Oceano Pacífico. Frente a este problema, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (pnuma.org), apresentou recentemente o estudo “Marine plastic Debris and Microplastics”, um documento em que se faz uma análise dos diferentes tipos de plásticos e suas características, identificando que os plásticos biodegradáveis não se desintegram no oceano, e soluções mais efetivas para evitar a acumulação de plástico no mar são necessárias.

Continue lendo