O que uma empresa pode fazer para manter seus funcionários

O que uma empresa pode fazer para manter seus funcionários

A saída de funcionários é uma situação complexa em uma companhia. Atualmente, incentivos profissionais e conciliação do trabalho buscam evitar a saída de profissionais qualificados na busca de novos desafios.

Currículos e entrevistas de emprego são geralmente o principal contato entre empresa e candidatos. Com esses métodos, cuja validade no futuro é cada vez mais discutida, você pode apreciar o valor e as habilidades dos futuros funcionários da empresa. Porém, com sua incorporação na empresa, muitos fatores podem influenciar para que, mais cedo ou mais tarde, decida encerrar sua etapa na empresa.

Na maioria dos casos, a decisão geralmente é muito ponderada, causada, por exemplo, pelo papel limitado no organograma da empresa, que pode continuar com um período de desconexão da dinâmica do projeto e da busca ativa de emprego. Por fim, outra empresa capturará esse potencial com uma oferta que aprimora sua posição anterior. Após a crise econômica mundial, a falta de emprego nacional levou muitos candidatos a procurar emprego no exterior, o que levou esse movimento migratório a ser conhecido como “fuga de cérebros“.

As causas econômicas são geralmente uma das principais razões para a insatisfação dentro de uma empresa. O funcionário pode considerar que seu salário não se enquadra no trabalho realizado ou em sua dedicação pessoal no projeto. Juntamente com o aspecto salarial, outras questões relacionadas ao tratamento diário com colegas, motivação ou incapacidade de conciliar trabalho e vida profissional.

Embora em muitos casos eles tentem revisar as condições do trabalhador, a desconexão é profunda e as diferenças, nesse ponto, intransponíveis.

Na área de recursos humanos, deve-se enfatizar o aspecto da contratação, além da conservação do trabalhador na posição solicitada. A implementação de novos desafios ou evitar a monotonia são soluções que podem ter um impacto positivo a longo prazo.

Outras medidas de escopo pessoal, como o teletrabalho ou a criação de espaços de berçário nos escritórios, agora são alternativas estudadas pelas empresas atualmente, com o objetivo de que seus trabalhadores não busquem satisfação no trabalho fora de seus escritórios.

Para aprofundar a gestão e consultoria de negócios, a UNINI patrocina programas de treinamento nessa área, incluindo o Mestrado em Direção Estratégica com Especialização em Gerência.

Fontes: La fuga de cerebros, una preocupación de las empresas que se puede solucionar

Por qué un buen empleado se va de una empresa y cómo evitarlo

Foto: Todos os direitos reservados