Hábito ajuda a diminuir sensação de esforço

unini-habito-exercicio

A prática constante de exercícios físicos permite que o cérebro se modifique, e permita que o corpo se adapte melhor ao esforço.

Quando alguém começa a praticar esportes, geralmente a sensação é de desânimo. Mas à medida em que vai exercitando, o corpo se adapta ao esforço e já não se incomoda tanto com os exercícios físicos.

Segundo um estudo recente, realizado com estudantes universitários, a razão desta mudança está no cérebro. O experimento avaliou como os alunos mudaram de percepção, e consequentemente, decisão a partir de um programa de exercícios físicos.

Concretamente, o estudo desenvolveu um experimento em que estudantes deveriam decidir entre duas alternativas: correr 10 minutos numa esteira com 30% de probabilidade de ganhar 30 euros, ou correr 30 minutos e subir a probabilidade de ganhar o mesmo valor em 70%.

No início do experimento, a maior parte dos estudantes optaram pela primeira opção, ou seja, por um esforço mais reduzido, de 10 minutos. Mas ao dar continuidade ao experimento durante três meses, as decisões foram mudando. Após este período de atividades físicas, eles optaram por ter mais probabilidade de ganhar.

A partir de ressonâncias magnéticas, os pesquisadores observaram que o hábito de fazer atividade física modificou o cérebro, aumentando a conexão entre a amídala e o cíngulo anterior. Estas regiões cerebrais estão relacionadas com o esforço e o hábito.

Após os resultados, os pesquisadores avaliam que o hábito desenvolve um tipo de sinal cerebral que o associa a menor esforço. O que antes parecia algo mais difícil passa a ser mais fácil.

A UNINI promove o Mestrado em Atividade Física: Treinamento e Gestão Esportiva para os profissionais interessados em conhecimentos no âmbito das Ciências do Esporte.

Fonte: El hábito del ejercicio físico modifica la actividad cerebral y la toma de decisiones sobre esfuerzo

Estudo:An amygdala-cingulate network underpins changes in effort-based decision making after a fitness program

Foto: Todos os direitos reservados