Cuidar da saúde durante o confinamento

unini-cuidados-saude

A prática de atividade física moderada junto com uma alimentação saudável são dois fatores essenciais para melhorar o sistema imunológico e proteger a saúde.

Um dos cuidados importantes para a saúde é manter o peso normal, aquele considerado a partir da medida do IMC (índice de massa corporal). As pessoas com sobrepeso e obesidade tendem a sofrer maiores riscos de doenças, e no caso do coronavírus, não seria diferente.

O excesso de peso poderá influenciar para complicações que podem afetar os órgãos, já que está associado com um sistema imunitário mais fraco, que requer mais cuidados.

Durante a quarentena, é ainda mais importante manter uma dieta saudável e mover-se o quanto for possível. Esta atividade física deve ser moderada, sem exigir muito do corpo. Recomendam exercícios aeróbicos e de força, que não exijam movimentos de giros repentinos.

A escolha dos alimentos também deve ser bem planejada. Segundo a nutricionista Mónica Katz, “a metade da comida deve ser de frutas e verduras, as que mais gostem e variadas”, diz para o jornal El Clarín. Ela ressalta que a vitamina C é fundamental nesse momento para fortalecer o corpo. Estudos já mostraram que esta vitamina melhora o desenvolvimento de células T, linfócitos T, entre outros aspectos protetores para a saúde.

Assim, o confinamento é uma estratégia para evitar o contágio. Mas o cuidado da própria saúde vai mais além, depende de uma rotina que inclua refeições em horários controlados, com alimentos saudáveis, movimentação constante durante o dia, com exercícios físicos e noites bem dormidas.

A UNINI oferece o programa Mestrado em Atividade Física: Treinamento e Gestão Esportiva para a formação de profissionais interessados no treinamento esportivo.

Fonte: Coronavirus y obesidad: por qué puede incrementar el riesgo

Foto: Todos os direitos reservados.