Como o COVID-19 poderá afetar a carreira esportiva de atletas

unini-carrera-deportiva

Em todo o mundo há pessoas sofrendo devido à pandemia provocada pelo COVID-19. No caso do esporte, entre esportistas profissionais, as incertezas provocadas pelo atual cenário podem causar impactos psicológicos que devem ser analisados.

A primeira incerteza se refere ao próprio rendimento esportivo e a condição física após tanto tempo de confinamento. De maneira consequente, esta dúvida poderá provocar dúvidas sobre o desempenho profissional ou a garantir do trabalho.

O psicólogo David Baixeiras, que trabalhou no clube de futebol Girona, na Espanha, afirma que “estamos numa situação excepcional e, por tanto, os pensamentos e ideias que temos também são excepcionais”, afirma.

Segundo Baixeiras, este cenário instável provoca incertezas sobre algo que já era mais claro para um esportista em relação à projeção profissional no mercado de trabalho. Não saberemos o que poderá ocorrer em três meses, e assim será difícil encontrar as motivações e os objetivos necessários.

Para dar respostas a estes anseios e dúvidas, o psicólogo recomenda às organizações esportivas oferecerem o suporte psicológico adequado para cuidar da saúde mental dos atletas. Este atendimento poderá evitar que futuramente se desenvolvam casos de ansiedade, depressão e outros transtornos.

A UNINI oferece o Mestrado em Atividade Física: Treinamento e Gestão Esportiva, um programa que oferece conhecimentos e recursos para o desenvolvimento profissional eficaz e eficiente no campo da atividade física, enfocada no treinamento e na gestão esportiva.

Fonte: Cómo cambiará la psicología de los deportistas la crisis del coronavirus

Foto: Todos os direitos reservados