Atividade física protege idosos hospitalizados

unini-mayores-actividad

Estudo na Espanha mostra que a prática de 20 minutos ao dia em idosos hospitalizados poderia já reduzir em 70% o risco de perder habilidades físicas.

Como já evidenciaram diversos estudos, a prática de atividade física oferece benefícios para a saúde, protegendo contra o risco de desenvolver algumas doenças.
No caso de pacientes que se recuperam, a prática de exercícios também é recomendável, e pode variar dependendo do tratamento, do perfil do paciente, entre outros aspectos individuais que devem ser analisados pela equipe médica que acompanha o paciente.

De acordo com um estudo realizado na Espanha, entre os idosos que se encontram em hospitais, as rotinas de exercícios podem ser ainda mais importantes. Com o estudo, eles  concluíram que “uma rotina simples de exercícios, que consiste em caminhar e levantar de uma cadeira por cerca de 20 minutos por dia, reduz o risco de perda de habilidades em idosos hospitalizados em 70%”.

Um terço dos idosos que se encontram hospitalizados perde a capacidade de realizar de maneira independente algumas de suas atividades rotineiras. Segundo o estudo,  desse percentual, menos da metade consegue recuperar os hábitos perdidos ao deixar o hospital.

Este estudo foi publicado no Journal of the American Medical Directors Association, e mostra a evolução de 268 pacientes com idades entre 75 e 102 anos, internados no serviço de geriatria de um hospital na Espanha. Os pesquisadores compararam a evolução de cada paciente durante a hospitalização, alta e durante até três meses após a internação.

A UNINI oferece o Mestrado em Atividade Física: Treinamento e Gestão Esportiva, programa de estudos para profissionais interessados em se especializar no setor de Atividade Física.

Fonte:Caminar y levantarse de la silla reduce un 70% el deterioro funcional en los ancianos hospitalizados.

Estudo: Effect of a Simple Exercise Program on Hospitalization-Associated Disability in Older Patients: A Randomized Controlled Trial.

Foto: Todos os direitos reservados