COMO PREPARAR AULAS DE INGLÊS A DISTÂNCIA

COMO PREPARAR AULAS DE INGLÊS A DISTÂNCIA

Sete recomendações na hora de criar cursos de inglês a distância ajudarão na aprendizagem on-line

Os professores de inglês como segunda língua, Kris Jagasia e James Heywood, têm uma experiência de 5 anos na criação de material para aulas de inglês on-line como segunda língua. No post publicado na EFL Magazine, eles nos dão algumas recomendações importantes para os professores que preparam material para as aulas realizadas na modalidade virtual.

A seguir uma lista com 7 fatores importantes para pessoas que criam cursos on-line:

  1. Seleção de Plataformas – Uma questão importante, inicialmente, é analisar as plataformas que podem ser usadas para compartilhar o conteúdo. Por exemplo, usar o Prezi ou o Google Slides ajudaria na apresentação multimídia do conteúdo. A escolha exigirá o conhecimento do professor, e também do aluno, sobre o funcionamento da plataforma.
  2. Método de estudo – É conveniente levar em consideração a maneira pela qual o aluno aprenderá o idioma. No caso dos estudos a distância, a criação de conteúdo deve ser específica, projetada para um estudante que estudará de forma autônoma, no computador e em tempos e lugares variáveis.
  3. Campo de visão: É importante destacar o conteúdo principal, no qual as informações importantes do curso são encontradas. O conteúdo da aula deve ocupar mais ou menos 85% do campo de visão do aluno. É dada maior importância ao conteúdo central em cursos on-line, em comparação com as aulas tradicionais. Isso ocorre porque o aluno estará focado no conteúdo e essa é a base principal do curso.
  4. Destaque no conteúdo: Este destaque deve conter elementos que chamem a atenção, como marcadores, cores vibrantes ou outras formas de destacar conceitos principais, ideias centrais ou resumos.
  5. Responsável: Responsável: o termo refere-se à adaptação de conteúdo digital a diferentes dispositivos, como tablets e smartphones. Há, cada vez mais usuários desses dispositivos eletrônicos que permitem o estudo em diferentes situações.
  6. Organização visual: Assim como fazem os jornais e as revistas, no material virtual, devemos organizar o conteúdo para que seja agradável, informativo e objetivo. É fundamental evitar a redundância e de preferência usar poucas palavras por página.
  7. Avaliar previamente o material – Os professores também recomendam que o conteúdo criado seja compartilhado com outros professores para que eles possam receber um feedback de outros educadores, revisando e ajustando as imperfeições.

Com o Mestrado em Formação de Professores de Inglês como Língua Estrangeira patrocinado pela UNINI, os profissionais de educação interessados em ensinar inglês poderão expandir e melhorar seus conhecimentos no assunto.

Fonte: HOW TO CREATE CONTENT FOR ONLINE ESL LESSONS

Foto: Todos os direitos reservados