Práticas para fazer pensar num segundo idioma

Práticas para fazer pensar num segundo idioma

Conheça 5 práticas para estimular o pensamento em outro idioma nas classes de inglês como segunda língua

Os professores de inglês como língua estrangeira têm um desafio constante em sala de aula que é criar o hábito que seus estudantes pensem em outro idioma. Sabe-se que quando pensamos em outro idioma, a comunicação se torna mais fluida e facilita o uso da língua em ambientes fora da escola.

Para a especialista em psicologia infanto-juvenil e processos de aprendizagem, a pedagoga e psicóloga Celia Rodríguez, todo ensino de um segundo idioma deveria favorecer o desenvolvimento desta habilidade.

Ela propõe que os professores deixem de lado as fichas de trabalho, os livros como guias, para tornar a aula mais viva e dinâmica, e assim, simular de fato situações reais usando o segundo idioma. “Quando aprendemos um segundo idioma não o acompanhamos em pensamento, e também não o necessitamos para nos comunicar com outras pessoas. Isso supõe um obstáculo para aprender a se comunicar em outra língua”, afirma.

Ela destaca 5 práticas que podem ser realizadas pelos docentes para estimular o pensamento numa segunda língua:

  • Evitar o uso de exercícios repetitivos – Este tipo de prática deve ser evitado se não quer tornar a aula tediosa. Pode-se usá-lo em casa, como tarefa, para complementar e praticar o conteúdo aprendido.
  • Criar momentos para comunicação – Desenvolver ambientes que permitam o diálogo entre os alunos no segundo idioma como podem ser debates, teatros, jogos, simulações, entre outros. Nestas práticas, o ambiente mais descontraído estimula o interesse dos alunos e o uso de mais vocabulário.
  • Criar ambientes agradáveis – O medo e a vergonha são entraves para o processo de aprendizagem. Um aluno que não se sente bem se expondo em outro idioma terá mais dificuldades em desenvolver-se. Os professores devem facilitar criando espaços agradáveis, sem pressão e descontraídos.
  • Pensar em outro idioma – Evitar a tradução é uma forma de fomentar que o aluno pense em outro idioma. Uma prática possível para isso é assistir a conversações que forcem o aluno a pensar em outro idioma, de maneira mais rápida e associativa.
  • Conversar com nativos – Hoje em dia há muitas ferramentas para que se possa aproximar um falante nativo de um que está aprendendo a nova língua. Na internet, páginas web oferecem redes sociais para o intercâmbio de idiomas, e pode ser usado como um recurso complementar para as aulas.

A UNINI oferece o Mestrado em Formação de Professores de Inglês como Língua Estrangeira para os professores de inglês possam capacitar para o processo de ensino-aprendizado.

Fonte: 5 trucos para enseñar un idioma

Foto: Todos os direitos reservados