Ensinar a mente enquanto ensina durante o COVID-19

unini-ensinar-mente

Psicóloga elabora recomendações para professores cuidarem da saúde mental durante o confinamento.

As mudanças provocadas pelo COVID-19 exigiram dos professores adaptações e improvisações urgentes. Entre os desafios, o uso exclusivo de mídias tecnológicas como intermediárias para o ensino, a readequação dos conteúdos e programas de aula, a exposição da intimidade doméstica e no caso de aulas virtuais, a administração de calendários, presença e participação dos estudantes.

Estas mudanças repentinas, em alguns casos exigiram uma atualização rápida sobre ferramentas digitais, formação da educação à distância, manejo das emoções e organização do espaço de trabalho em casa.

Para evitar que estes desafios se tornem um problema emocional, e até um transtorno psicológico,  a psicóloga Dra. Kate Brierton, especialista em bem-estar no ambiente educativo, publicou um artigo para Cambridge University Press com recomendações aos professores para cuidar da saúde mental durante a pandemia atual.

Algumas ações podem ajudar a evitar o estresse e a ansiedade que esta mudança pode provocar:

  • Moderar o consumo de informações

As notícias atuais provocam hormônios de estresse a todas as horas, assim que o ideal é evitar uma saturação de informação. A psicóloga recomenda descansar das notícias de vez em quando e organizar a leitura de notícias em um único horário no dia, o suficiente para se informar.

  • Cuidar da rotina

O confinamento faz diminuir as atividades de rotina e é mais fácil se desorganizar. O ideal é estabelecer uma rotina diária com horários fixos de sono, de limpeza e alimentação e prática de exercícios físicos. Além de tentar manter a vida social virtual ativa.

  • Manter uma vida social saudável

Dividir os pensamentos e as emoções com outras pessoas, a rede social de amigos e familiares, ajuda a aliviar tensões e possíveis riscos psicológicos. Busque reunir-se com outras pessoas para conversar e expressar o que sente.

  • Compreender a situação e exigir menos

Controlar as críticas é importante para evitar a ansiedade. Neste momento, é necessário praticar a compaixão e a compreensão com os outros.

  • Projetar a curto e médio prazo

A pandemia oferece um cenário incerto em que os planos a longo prazo não são recomendados. O ideal é planejar o que for suficiente para as próximas semanas e deixar os projetos de futuro para depois, quando se resolva a COVID-19.

A UNINI oferece o Mestrado em Educação com especialidade em Educação Superior

Fonte: Ideas para profesores: cómo cuidar tu salud mental en épocas de teletrabajo

Foto: Todos os direitos reservados