A biodiversidade do planeta está ameaçada

A biodiversidade do planeta está ameaçada

Recentemente, um relatório internacional revelou que a biodiversidade do planeta está ameaçada. Segundo este estudo, um milhão dos oito milhões de espécies vegetais e animais que vivem atualmente correm risco de extinção

Em apenas 20 anos, elas já não existiriam. A Organização das Nações Unidas (ONU) ressaltou a necessidade de tomar medidas urgentes para conter a destruição destas espécies. Lembrou ainda que a extinção poderia afetar tanto à economia, como à saúde do ser humano e às comunidades.

“Os ecossistemas, as espécies, a população selvagem, as variedades locais e as raças de plantas e animais domésticos estão se reduzindo, deteriorando ou desaparecendo”, afirmou um dos autores, Josef Settele.

O estudo foi elaborado durante três anos por 145 especialistas de 50 países, contando com a colaboração também de outros 310 especialistas. O relatório contém 1.500 páginas com dados e registros de mudanças ocorridas nas últimas cinco décadas.

Causas relacionadas com a atividade humana

A publicação está prevista para ser divulgada integralmente no meio do ano. Com estes dados, a diretora geral da UNESCO, Audrey Azoulay acredita que “ninguém poderá dizer que não sabemos que estamos dilapidando nosso patrimônio mundial comum”.

Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento (OCDE) também pronunciou-se sobre os resultados do relatório, advertindo sobre os grandes riscos deste século. A OCDE lembra os países que para garantir a segurança alimentar, a redução de pobreza e o desenvolvimento equitativo é preciso defender a biodiversidade.

A UNINI oferece o Mestrado em Gestão e Auditorias Ambientais, um programa de formação à distância destinado a profissionais que buscam uma formação continuada de qualidade.

Fontes:

Un millón de especies, amenazadas de extinción a un ritmo sin precedentes

La sexta gran extinción de especies amenaza también la economía global

Foto: Todos os direitos reservados