A economia circular trará benefícios para as empresas e o ambiente

unini-economia-circular

A economia circular veio para revolucionar a maneira como as empresas operam,

a fim de garantir seu desenvolvimento sustentável e o do ambiente.

A economia circular é um novo modelo de produção e consumo que garante um crescimento sustentável ao longo do tempo.

Refere-se, especificamente, à otimização de recursos para reduzir o desperdício e os resíduos. Atualmente, empresas como a Repsol, Ikea e Coca Cola estão optando por este modelo de trabalho devido a seus grandes benefícios corporativos e ambientais.

O termo economia circular foi cunhado pela primeira vez pelo arquiteto suíço Walter R. Stahel em 1076. A frase que ele usava na época era “from cradle to cradle” que significa “de berço a berço” Isto pode ser entendido como “do início ao início”, o que sugere que estamos falando de um processo cíclico.

 

Responsabilidade Social Corporativa

Graças à globalização econômica e ao atual ritmo de vida, tornou-se essencial que as empresas optem por medidas socialmente responsáveis. Uma vez que as partes interessadas estão cada vez mais conscientes dos problemas potenciais que as empresas podem gerar para o meio ambiente. Portanto, estes públicos, agora mais do que nunca, estão procurando alternativas sustentáveis. Depende da cultura corporativa de cada empresa se ela escolhe ser parte da solução e não parte do problema.

 

Ações, não palavras

Para que a economia circular funcione realmente, é necessário que não sejam apenas as empresas a falar de seus benefícios. Mas, na verdade, que estabeleça planos de ação e os implemente.

Na Europa, estratégias de economia circular já estão sendo promovidas para cuidar do ambiente. Entretanto, este modelo econômico também está começando a ser considerado na América.

O Peru está dando passos “claros e decisivos” para enfrentar a transformação de sua produção em direção a um horizonte de “economia circular”, um passo importante para manter e até aumentar suas relações com a União Europeia, cujos mercados serão “cada vez mais difíceis” de entrar com mercadorias “lineares”.

Na Espanha, uma série de metas foi estabelecida para ser atingida antes do final da década. Entre elas: Reduzir o consumo de materiais em relação ao PIB de 2010, reduzir a geração de resíduos em relação a 2010 e aumentar a eficiência no uso da água, entre outros.

Sem dúvida, as novas tecnologias serão o principal aliado das empresas que aplicam a economia circular. Espera-se que, com estas tecnologias e modelos econômicos, seja possível chegar ao final da década tendo reduzido parte dos atuais problemas ambientais.

Ampliar sua experiência em novos modelos econômicos de cuidado ambiental é possível graças aos programas universitários oferecidos pela UNINI. Um dos cursos que eles oferecem é o Mestrado em Gestão e Auditorias Ambientais.

Fontes: Un nuevo modelo productivo para llegar a 2030 en buena forma

Perú está dando pasos “claros y decididos” para abordar la economía circular

Foto: Todos os direitos reservados.