Cidades que pensam nas crianças

unini-pro-cidades

O projeto Cities for Play, criado em 2017, tem como objetivo projetar cidades e outros espaços arquitetônicos que levem em consideração a população infantil.

A arquiteta e planejadora urbana australiana Natalia Krysiak iniciou esse projeto para colocar as crianças no centro do design das cidades.

Krysiak buscou inspiração estudando nove grandes cidades do mundo: Cingapura, Hong Kong, Tóquio, Londres, Antuérpia, Roterdã, Amsterdã, Toronto e Vancouver.

Essas nove cidades têm em comum o compromisso de levar em consideração as necessidades das crianças e possibilitar espaços para elas, além de promover seu bem-estar físico e emocional, onde os jogos e a mobilidade ativa são as peças centrais do projeto.

“Durante minha carreira como arquiteta, sempre fui fascinado por como o design de cidades e bairros pode afetar o cotidiano das crianças. Isso vem do fato de que quando eu era criança, meus pais viajavam muito, me dando a oportunidade de conhecer muitos bairros e casas diferentes “, disse Krysiak.

A arquiteta acrescentou que cada espaço influenciou seu crescimento e permitiu desenvolver habilidades sociais, independência e criatividade. Tudo isso o levou a pensar que uma boa política social e o meio ambiente podem influenciar positivamente a saúde.

Suas investigações foram refletidas em duas publicações: “Where do the Children Play? Designing Child – Friendly Compact Cities ”(2018), com o apoio do Instituto Australian Institute of Architects e “Designing Child-Friendly High Density Neighbourhoods. Transforming our cities for the health, wellbeing and happiness of children ”(2019) da Churchill Trust Magazine.

A UNINI patrocina uma ampla variedade de programas universitários para arquitetos e urbanistas que buscam ampliar sua formação neste campo. Um dos cursos oferecidos é o Mestrado em Desenho, Gestão e Direção de Projetos com Especialidade em Arquitetura e Urbanismo.

Fonte: ¿Dónde jugarán los niños? Cómo diseñar ciudades estimulantes y seguras para la infancia.

Foto: Todos os direitos reservados.