nini-escolas-alternativas
Formação de Professores

Escolas buscam alternativas para aulas durante COVID-19

A falta de estratégias definidas e previstas, as escolas vão buscando de maneira alternativa ferramentas e conteúdos para o ensino à distância.

Não há soluções prontas para substituir as escolas durante o confinamento. Por isso, diante de uma situação sem precedentes, as escolas vêm buscando alternativas para enfrentar a falta das aulas presenciais. Embora a principal alternativa usada seja a internet, muitos ainda não possuem acesso aos recursos digitais e encontram dificuldades para continuar a aprendizagem. Continue lendo

PRÁTICAS PARA o APRENDIZAGEM DE NOVO VOCABULARIO
Formação de Professores

PRÁTICAS PARA APRENDER NOVO VOCABULÁRIO

Algumas técnicas aplicadas em sala de aula podem reforçar o aprendizado de novo vocabulário, necessário para aprender e se comunicar em uma segunda língua

Professor Scott Zimmermann, um americano que ensina Inglês como segunda língua, em um artigo publicado na revista EFL, apresenta algumas técnicas que podem ser aplicadas nas aulas para o treinamento do novo vocabulário em uma segunda língua. Continue lendo

As funções dos debates nas aulas de inglês
Formação de Professores

As funções dos debates nas aulas de inglês

O método “círculos socráticos” promove competências e desenvolve habilidades sociais importantes através do debate de ideias e valores

Nas aulas de inglês como língua estrangeira, um dos métodos usados é o chamado modelo dos círculos socráticos. O método se desenvolve através de perguntas, elaboradas dentro de um debate, para estimular o aprendizado do idioma enquanto se discute temas sobre assuntos diversos. Continue lendo

funiber-mente-bilinguismo
Formação de Professores

Vantagens do bilinguismo para o cérebro

Crianças que aprendem um outro idioma desenvolvem mais o cérebro. Adultos também têm benefícios ao prevenir doenças, de acordo com pesquisas

Até a década de 60, pensava-se que aprender dois idiomas poderia prejudicar o desenvolvimento escolar da criança. Estudos científicos mostraram o contrário, aprender mais de um idioma na infância pode facilitar a compreensão dos entornos sociais e emocionais. Como afirma a educadora Mia Nacamulli, no vídeo divulgado na plataforma TED ED “The benefits of a bilingual brain”, as crianças podem levar mais tempo para responder a questões da língua, mas isso não significa uma dificuldade, ao contrário é sinal de que o cérebro está realizando uma tarefa de resolução e alternância de tarefas. O resultado do bilinguismo é uma mente mais saudável, complexa e ativada. Continue lendo