Um robô que serve de avatar físico entre os ganhadores do Innovators Under 35 LATAM

Um robô que serve de avatar físico entre os ganhadores do Innovators Under 35 LATAM

Trata-se de um concurso que premia jovens por seus projetos inovadores. Esta é a segunda edição que organiza a revista em espanhol do Instituto Tecnológico de Massachusetts

Este ano foi realizada a segunda edição do Innovators Under 35 LATAM, um concurso que visa premiar os 35 melhores projetos tecnológicos da América Latina realizados por jovens.

Um dos vencedores foi Antonio Enrique Dianin, do Brasil, que projetou um robô que serve como um avatar físico do mundo real para uma pessoa localizada em outro lugar. O autômato é chamado R1T1 e tem uma tela localizada na parte superior que mostra a pessoa que está localizada em outro lugar. Suas principais aplicações são voltadas para o setor de saúde. Por exemplo, pode ser usado em operações e terapias para crianças doentes.

Outro dos projetos vencedores é o de Aline Oliveira, do Brasil, que oferece uma solução para o problema do financiamento de propriedades agrícolas. Oliveira é a criadora da Traive, uma empresa que utiliza análise de dados e inteligência artificial para melhorar a previsão do risco de investimento em empréstimos agrícolas. “Nós olhamos além da pontuação de crédito e consideramos fatores como desempenho agronômico, experiência e potencial de crescimento”, explica em seu site. Com este sistema, o Traive garante benefícios para credores e agricultores.

Também é um projeto vencedor o de Saiph Savage, do México, que desenvolveu um bot, ou seja, um programa de computador que realiza automaticamente tarefas repetitivas na Internet. Nesse caso, seu bot se concentra em redes sociais e é capaz de mobilizar usuários interessados em determinados temas a participar de ações coletivas. O sistema escolhe os usuários de acordo com seus interesses e envia uma mensagem incentivando-os a participar.

O Innovators Under 35 LATAM é um concurso organizado pela revista do Instituto Tecnológico de Massachusetts, a MIT Technology Review, em sua edição em espanhol. Este premia jovens menores de 35 anos por seus projetos, que se dividem em diferentes categorias: inventores, pioneiros, humanitários, empreendedores e visionários.

Todos os interessados em dirigir um projeto baseado na tecnologia podem se formar com o Mestrado em Direção Estratégica com Especialidades em Tecnologias da Informação, oferecido pela Universidade Internacional Iberoamericana (UNINI-Porto Rico). Seu programa provê os fundamentos de inovação empresarial que dão certeza de que as estratégias e estratégias NTIC estão alinhadas e coerentes com o desenvolvimento empresarial.

Fonte: ¿Quiénes son los 35 talentos de Latinoamérica?

Foto: Todos os direitos reservados