DETECÇAO DE AUTISMO COM REALIDADE VIRTUAL

Detecção de autismo com realidade virtual

Um sistema baseado na tecnologia de realidade virtual é desenvolvido para ajudar a detectar o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) em crianças.

Uma em cada 160 crianças apresenta sinais de autismo, segundo dados fornecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Além disso, nos últimos anos, um aumento nos casos deste transtorno foi detectado. Segundo o Autismo.org, esse fato pode ser devido a uma melhoria nas ferramentas de diagnóstico e estudos realizados nos últimos tempos em relação ao TEA.

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Politécnica de Valência, em colaboração com a Rede Cenit, desenvolveu uma tecnologia baseada na realidade virtual que ajuda a detectar os sinais de autismo em crianças.

O sistema, batizado de T-ROOM, funciona por meio da recriação digital de situações cotidianas. É composto de óculos Eye Tracking para o monitoramento do visual e uma pulseira para capturar informações da atividade eletrodérmica.

No entanto, esta não é a única iniciativa com essas características. Lancelot é outro dispositivo que combina a realidade virtual com o controle biométrico do paciente. O objetivo deste sistema é ajudar as pessoas com autismo a superar suas fobias.

Devido aos bons resultados obtidos por este tipo de projetos, esta tecnologia está sendo implementada em diversos centros de saúde. Permite uma detecção precoce de TEA, bem como a aplicação de tratamentos terapêuticos inovadores.

Outros projetos de realidade virtual, como o CicerOn: VR Speech Coach, ajudam as pessoas com a síndrome de Asperger a melhorar suas habilidades de interação em público. Da mesma forma, a Virtual Transplant Reality, um sistema pioneiro desenvolvido por uma equipe de espanhóis, é projetada para melhorar o bem-estar psicológico e emocional de pacientes que passam pelo processo de transplante de fígado.

A tecnologia está entrando no campo da saúde. Graças à integração de sistemas como a realidade virtual na área da saúde, você pode obter diagnósticos prematuros e aplicar tratamentos e terapias apropriadas de maneira mais eficaz.

Para todos os profissionais interessados ​​no desenvolvimento de tecnologias que proporcionem novos usos e soluções, a Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI-Porto Rico) oferece o Mestrado em Direção Estratégica com especialização em Tecnologia da Informação. Um programa que fornece as bases da gestão estratégica de negócios e NTIC.

Fonte: La realidad virtual combate el autismo

Imagem: Todos os direitos reservados